[PR] 求む!タイピング初心者

[PR] 無料でタイピング練習☆

VIDEOS

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

OUTUBRO ROSA...



Outubro Rosa tem aumento de 40% na realização gratuita de exames

Amanhã começa o mês de outubro, e junto dele campanha envolvendo o “Outubro Rosa”. O outubro rosa é um movimento popular de combate ao câncer de mama, e teve início no ano de 1997 nos Estados Unidos. O nome remete cor do laço rosa, que significa, em todo o mundo a luta contra o câncer de mama.
 

 Campo Grande tem uma forte aliada, a Rede Feminina de Combate ao Câncer. A instituição tem sua sede anexada ao HC (Hospital do Câncer), porém são duas instituições distintas, porém, ligadas. “Cada instituição tem suas contas, seu CNPJ, sua maneira de trabalhar. Somos duas instituições separadas, mas estamos ligadas quando o assunto é o câncer”, disse a presidente da Rede Feminina, Cleuza Vasconcellos.

O Outubro Rosa, em Campo Grande contará com campanhas distribuídas pelas regiões da Capital durante todo o mês. Para a abertura do mês, será realizado amanhã na praça Ary Coelho a dist6ribuição de material de divulgação, que ensina como prevenir e combater o câncer de mama.

Haverá um ônibus durante esse mês no pátio do HC, onde serão realizados autoexames, mamografias e onde os pacientes serão informados sobre a doença. O diferencial de 2013 é o aumento de 40% dos exames para a realização das mamografias nas mulheres.

Também serão disponibilizados quatro sábados, aonde a Rede Feminina irá a postos de saúde da Capital divulgar a campanha. Para a presidente Cleuza, essas campanhas trazem bons resultados, pois aumenta a conscientização da mulher e ajuda a salvar muitas vidas.

A Rede Feminina de Combate ao Câncer faz trabalhos voluntários, onde distribui kits com escova de dente, sabonete e creme dental aos mais necessitados, além de distribuir cestas básicas, alimentos nos corredores do HC, para aqueles que chegam muito cedo para fazer o processo de exames, radioterapia e quimioterapia.

“Gostaríamos que mais pessoas se voluntariassem para esse trabalho. Tudo é agendado de acordo com a disponibilidade de horário do voluntário, e ele pode escolher em que setor participar”, complementa Cleuza. Todo o voluntário passa por um treinamento com psicólogos, assistentes sociais e médicos para saber como proceder em seu serviço.


A Rede Feminina de Combate ao Câncer conta também com a Casa de Apoio, onde as pessoas em tratamento pelo SUS (Sistema único de Saúde) podem se hospedar gratuitamente, recebendo, café, almoço e janta. A Casa de Apoio foi doação de um empresário que prefere não se identificar, e é mantida através de bingos, brechós, churrascos e diversas outras maneiras que gerem lucro para a entidade. Junto a ela, está em anexo o abrigo para homens, que já foi concluído, e detalhes finais estão sendo ajeitados para que comece definitivamente a funcionar. O abrigo para homens e o abrigo para mulheres tem a mesma função, abrigar as pessoas que necessitam e que vem à Capital de outras cidades durante o período em que se encontram realizando exames.
AMIGA, SEI QUE É BASTANTE ESPERTA PARA DEIXAR SEUS EXAMES EM DIAS...FIQUE LIGADA...BJN