[PR] 求む!タイピング初心者

[PR] 無料でタイピング練習☆

VIDEOS

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

SE TIVER FORMOL, SALÃO DE BELEZA PODE SER INTERDITADO...





Salão de beleza deve ser interditado se tiver formol
Pádua: "se tiver formol, salão de beleza deve ser interditado" (Foto: Arquivo Portal Infonet).

Delegado abre inquérito para investigar morte de adolescente
Investigação policial está a cargo do delegado André David (Foto: Ascom/SSP)



A morte da adolescente Noélia Cristina de Sá Camarço, 13, que teria se submetido a um tratamento de cabelo em um salão de beleza de Estância, já está sendo alvo de investigação policial. O delegado de polícia André David, regional de Estância, informou que está adotando os primeiros procedimentos para ouvir a família com o objetivo de conhecer o histórico de saúde da adolescente e identificar o salão de beleza onde a vítima fez o tratamento de cabelo. “Não quero me precipitar. Pode ter ocorrido imperícia do salão de beleza, mas também pode ter sido uma fatalidade”, considerou o delegado.
O diretor da Vigilância Sanitária Estadual, Antonio de Pádua Pombo, adverte para os riscos da manipulação de formol nestes estabelecimentos. “Se a vigilância sanitária encontrar formol entre os produtos de beleza, já é motivo para interditar o salão de beleza”, diz. “Em salão de beleza, o uso de formol é proibido porque pode causar até a morte. O uso de formol só é permitido na indústria de cosméticos e, mesmo assim, em proporção mínima”, alerta.
Na ótica de Pádua Pombo, a primeira providência do delegado de polícia depois de identificar o salão de beleza é notificar a vigilância sanitária do município para exercer a fiscalização. “A vigilância sanitária do município tem o dever e obrigação de coletar amostras de todos os produtos usados no salão de beleza e, se for encontrado formol, já é motivo para interdição cautelar”, diz. “O delegado de polícia já deveria ter notificado a vigilância sanitária do município para as medidas cabíveis”, informa Pádua.
A diretora de vigilância em saúde do município de Estância, Polianna Lima e Oliveira, informou que ainda não recebeu notificação, mas  garante que não ficará inerte. “A vigilância vai localizar a família, localizar o salão e vai fazer a fiscalização e, se não tiver licença, o salão será fechado”, garante Lima e Oliveira. Ela é da opinião que as pessoas não devem se submeter à técnica de alisamento de cabelo com escova progressiva com formol nem usar produtos que contenham este item em sua composição, mesmo que nos limites permitidos.



AMIGAS... A COISA É SÉRIA... MELHOR FICARMOS BEM ATENTAS...